Amazon: novos Kindles e tablets

Tablets de baixo custo, de topo de gama, para crianças, leitores de livros eletrónicos e renovações aos modelos que já tinha são as novidades anunciadas pela Amazon.

 

A Amazon fez uma renovação profunda ao setor dos tablets e leitores de livros eletrónicos. No total, a empresa apresentou seis dispositivos novos e renovados. Do lado dos Kindle, a Amazon anunciou um novo modelo semelhante ao que já tinha e um Kindle Paperwhite (com ecrã maior) por 99 e 119 dólares, respetivamente. Estes modelos vão ter software renovado e vão receber atualizações ainda antes do final do ano que permitam uma maior integração do Goodreads, pesquisa melhorada e acesso ao Kindle Unlimited por 9,99 dólares.

O Kindle Voyage é uma das maiores novidades da empresa. O leitor de e-books tem um ecrã com mais contraste e brilho e ajusta-se às condições de luz, facilitando a leitura, mesmo em exteriores. Ligação 3G, feedback háptico para facilitar o scroll e baterias com maior autonommia são algumas das características deste leitor, que vai custar 199 dólares.

Outro papel de destaque vai para o novo Fire HDX, um tablet com ecrã de 8,9 polegadas, densidade de 339 ppp, processador Snapdragon 805 a 2,5 GHz, uma unidade gráfica 75% mais rápida que a versão anterior, câmara traseira de 8 MP capaz de gravar vídeo em 1080p. A ZDNet revela que o tablet não disfarça a sensação de ter sido feito de plástico, mas destaca-se pela tecnologia de som Dolby Atmos, com baixos impressionantes e profundidade áudio. Esta versão pisca o olho aos utilizadores empresariais, com ligação à Amazon Cloud Drive, Office WPS e Amazon Workspaces para correr uma cópia do Windows. Este modelo vai custar 379 dólares e deve ter uma versão 4G por 479 dólares.

Para os bolsos menos fundos, a empresa preparou o Fire HD 6 e o Fire HD 7, com ecrãs de seis e sete polegadas e preços a partir dos 99 e 139 dólares respetivamente. Estes equipamentos têm ecrãs Gorilla Glass, processador quad core Mediatek a 1,5 GHz e câmaras frontais e traseiras. A Amazon optou por equipar estes modelos com o Fire OS 4 e não deve lucrar muito com a venda do aparelho, esperando rentabilizá-los com a venda de serviços e apps.

Para terminar, a empresa lançou o Amazon Fire HD Kids Edition, onde o tablet é semelhante à versão “normal”, mas é oferecido com um serviço de substituição quase sem qualquer pergunta. A ideia é que os pais possam substituir o tablet mesmo em caso de danos por causa da água, plasticina colada nas portas ou qualquer outro dano, excepto se o equipamento se partir todo. Esta versão vai ser equipada com uma edição especial do Fire OS 4 que pode ser bloqueada para evitar compras de apps e até traz uma proteção adicional onde as fotografias tiradas só ficam disponíveis na conta de utilizador dos pais.

Os Fire HDX, HD 6 e HD 7 já podem ser pré-encomendados e as primeiras unidades devem chegar ao mercado em outubro.

Tags: Amazon, novos, Kindles, tablets.