Facebook anuncia sistema de pagamentos para o Messenger

Nós temos ouvido a história de que o Facebook planejava introduzir um sistema de pagamentos em sua rede social há quase um ano, e recentemente surgiram indícios de que o Messenger seria o app responsável por realizar as transferências entre os contatos. Ontem a rede social finalmente revelou a novidade, por enquanto restrita a usuários dos Estados Unidos.

 

Todo mundo está querendo fazer uma graninha introduzindo ferramentas simplificadas de transferências de valores. O Google foi o primeiro com uma tentativa de permitir envio de dinheiro via e-mail. O Snapchat, o WeChat e outros vieram na esteira, e nesse meio tempo a equipe do Zuckerberg estava avaliando a melhor forma entrar no jogo.

O Messenger acabou sendo o eleito, porém o funcionamento é um pouco diferente do Snapcash, o serviço do Snapchat que mais se aproxima dele: enquanto este fechou um acordo com a operadora de crédito Square, que ficou a cargo de gerenciar os dados financeiros dos usuários o Facebook vai administrar tudo sozinho, para desespero de muita gente. O usuário deverá cadastrar seu cartão de débito na rede social, e a partir daí a opção de enviar dinheiro ficará disponível. Basta clicar no ícone do dólar, especificar o valor e pronto.

No início o Facebook só vai disponibilizar a transferência de dinheiro entre amigos, e o app exige obviamente uma confirmação por senha para enviar a grana. No iOS será possível relacionar a função com o Touch ID, como era de se esperar. O Facebook garante que o método é seguro e que o app contará com uma equipe antifraude para monitorar as transações.

A preocupação obviamente gira em torno de como o Facebook fará dinheiro com a novidade. A rede social informa que não cobrará taxas pelas transações, então me pergunto se não haverá uma coleta de dados bancários massiva dos usuários. Zuckerberg disse recentemente que pretende fazer com que o Messenger e o WhatsApp se tornem duas grandes fontes de lucro, portanto é óbvio que tal iniciativa causa preocupação. Até porque quando se trata de coleta e manipulação de dados do usuário, o histórico do Facebook não é muito favorável.

Fonte: NYT.

Tags: Facebook, sistema de pagamentos, Messenger